quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Vexame histórico: 5 a 2.


O inacreditável aconteceu. Após vencer o jogo de ida por 3 a 0, na semana passada, o Fluminense conseguiu ser goleado ontem por 5 a 2 pelo América-RN, em pleno Maracanã. O Tricolor está eliminado da Copa do Brasil e o time potiguar classificado para as oitavas de final da competição nacional.

"Tem que pagar o pato", lamentou o apoiador Cícero.

O América-RN abriu o placar aos 17 minutos, com o lateral-direito Marcelinho. O empate tricolor veio aos 33, quando Cícero deu pelo passe para Fred, que fez seu primeiro gol depois da Copa do Mundo, em seu jogo de número 200 com a camisa do Flu. A virada saiu três minutos depois, aos 36, com Cícero.

No intervalo, Fred deu lugar a Walter. O camisa 9 levou a pior num choque com Max e saiu com dor no joelho esquerdo. O América-RN arrancou para o 'Maracanazo' aos quatro minutos do segundo tempo, quando o mesmo Max, que tirou Fred de campo, recebeu sozinho e empatou o jogo: 2 a 2. Aos 30, Alfredo ganhou de Diego Cavalieri e fez 3 a 2 para o time potiguar.

Sete minutos depois, o mesmo Alfredo aproveitou uma sobra e ampliou: 4 a 2.

O golpe fatal foi dado pelo atacante Rodrigo Pimpão. O ex-vascaíno aproveitou uma bobeira do zagueiro Fabrício, roubou a bola e fechou o placar, aos 45 minutos: 5 a 2.

O América-RN juntou-se a Palmeiras, ABC-RN, Vasco, Corinthians, Flamengo, Ceará, Coritiba, Bragantino Botafogo, Atlético-PR, Cruzeiro, Atlético-MG e Grêmio na próxima fase da Copa do Brasil. Os últimos dois classificados sairão hoje, após Santos x Londrina-PR e Santa Cruz x Santa Rita-AL. Os confrontos das oitavas serão conhecidos em sorteio na segunda-feira.

O Flu torcerá para o Santos passar pelo Londrina, o que garantirá o Tricolor na Copa Sul-Americana, ao lado de Vitória, Goiás, São Paulo, Bahia, Internacional, Criciúma e Sport.

sábado, 9 de agosto de 2014

Botafogo x Fluminense: ingressos à venda para jogo em Brasília


Os ingressos para o clássico entre Botafogo e Fluminense, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, domingo, dia 17, no Mané Garrincha, estão à venda. Os preços variam de R$ 80 a R$ 200. Há meia-entrada para todos os setores diante da entrega de 1kg de alimento não-perecível. Crianças com até dois anos não pagam. 

Pela internet, a compra pode ser feita com cartão de débito e crédito (há opção de parcelamento) através do site www.bilheteriadigital.com. Os pontos de venda vão aceitar somente dinheiro.

Os sócios "Sou Botafogo" dos planos "Glorioso" e "Ninguém Cala" têm lugar garantido na partida. Os sócios do plano "Sempre" têm 75% de desconto sobre o valor de inteira de qualquer setor. Haverá uma bilheteria exclusiva para atendimento aos sócios que forem retirar o ingresso (no caso Glorioso e Ninguém Cala) ou comprar (Sempre), de quinta-feira (14/8) a sábado (16/8), das 10h às 18h. No domingo (17/8), o funcionamento começa às 10h e vai até 18h30.

Confira os preços:

Cadeira superior: R$ 200
Cadeira inferior: R$ 160

Confira os pontos de venda:

Lojas Free Corner: 303 Sudoeste, 304 Sul, Brasília Shopping, Conjunto Nacional e Gilberto Salomão
Loja Oficial do Botafogo: 308 Bloco B Loja 26 – Asa Sul
Loja Torcedor Futebol Clube: CLSW 304 Bloco C Loja 26 – Sudoeste
Só Tricolor: 309 Sul Action Sports: 309 SUL Loja do Torcedor: QSA 24 LT 12 LJ 04 Taguatinga Sul (próximo ao Marista)
Loja Futebol Arte: QS 06 CONJ 03 – Riacho Fundo I

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Cícero marca dois e Fluminense vence o América-RN por 3x0

O Fluminense não teve dificuldade para impor o ritmo de jogo e conseguir um ótimo resultado contra o América-RN, nesta quarta-feira, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. Jogando na Arena das Dunas, em Natal, a equipe comandada por Cristóvão Borges venceu por 3 a 0 e deu um grande passo para a classificação às oitavas de final. Cícero, com dois gols, foi o nome da partida.

Com a vitória, o Fluminense conquista uma ótima vantagem para a volta, no Maracanã, na próxima quarta, dia 13 de agosto. Agora, a equipe carioca pode perder por até dois gols de diferença que ainda assim garante a vaga na fase seguinte da competição.

Apesar de um primeiro tempo de muita marcação, truncado no meio-campo, o Fluminense foi mais oportunista e conseguiu aproveitar as chances criadas. Com mais objetividade, a equipe carioca abriu o placar aos 10min. Pelo lado esquerdo, Chiquinho cruzou para área, Cícero dominou no peito e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Fernando Henrique: 1 a 0.

O América-RN teve a melhor, e única, oportunidade só aos 42min. Marcelinho entrou pelo lado direito da área e chutou cruzado. O atacante Max, mesmo pressionado, bateu para uma defesa segura de Diego Cavalieri.


Na etapa final, o Fluminense voltou disposto a matar o jogo. E conseguiu. O segundo gol saiu aos 4min e teve os mesmos personagens do primeiro. Chiquinho, novamente pela esquerda, chegou a linha de fundo e cruzou rasteiro para Cícero. O meia se esticou para desviar e marcar o segundo.

Mesmo com um ritmo menor, com o resultado praticamente garantido, o Fluminense conseguiu chegar ao terceiro, aos 20min. Em papéis invertidos, Fred deu bela assistência para Conca, que driblou o goleiro Dida, que entrou no lugar do contundido Fernando Henrique ainda na etapa inicial, e decretou a vitória da equipe carioca.

Nas oitavas de final da Copa do Brasil, irão se encontrar os 10 classificados da terceira fase, mais os seis brasileiros que disputaram a Copa Libertadores da América no primeiro semestre. São eles: Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo, Cruzeiro, Flamengo e Grêmio.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Fluminense vai a Natal para enfrentar o América-RN

Pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, América-RN e Fluminense se enfrentam nesta quarta-feira, às 22h, na Arena das Dunas, em Natal. Tricolor deve poupar alguns jogadores para evitar o desgaste físico.

CAMPANHA

AMÉRICA-RN: Atual Campeão Potiguar, o América-RN, nas fases anteriores, eliminou Boavista e Náutico, mas precisou de duas partidas para fazê-lo. Jogando no palco do jogo desta quarta, venceu o primeiro por 2 a 0, depois de triunfar por 2 a 1 fora de casa. Já o segundo, ganhou por 3 a 0 e quase cedeu a igualdade, ao perder na volta por 2 a 0. São, portanto, sete gols marcados e três sofridos, em quatro confrontos.

FLUMINENSE: O Fluminense tem um retrospecto um pouco melhor na competição. Depois de perder na estreia para o Horizonte, por 3 a 1, o Tricolor triunfou sobre a mesma equipe por um elástico placar de 5 a 0, dentro de casa. Posteriormente, derrotou o Tupi-MG, fora de casa, por 3 a 0. São, ao todo, nove gols marcados e três sofridos, em três jogos.

DESFALQUES E RETORNOS

AMÉRICA-RN: O América-RN não poderá contar com três jogadores. O zagueiro Roberto Dias e o lateral Wanderson, que já defenderam CSA e Tombense, respectivamente, na Copa do Brasil deste ano estão impedidos de jogar devido ao regulamento da competição. Já o volante Fabinho, titular da equipe, deve ficar fora do duelo por conta de dores na coxa esquerda. A boa notícia para o técnico Oliveira Canindé é o retorno de Max. Fora do time nos últimos jogos, o atacante se recuperou de lesão e está a disposição para jogar contra o Fluminense.

FLUMINENSE: O Tricolor Carioca deve optar por um time misto neste confronto da Copa do Brasil, para evitar o desgaste físico de disputar duas competições simultaneamente. No último domingo, os jogadores já entraram em campo pelo Brasileirão. Diguinho, porém, é uma ausência certa. Entregue à preparação física, o volante nem sequer foi relacionado. Já Fred deve retornar à equipe titular.

CURIOSIDADES

- O confronto também marcará o reencontro do goleiro Fernando Henrique com o Fluminense. O goleiro, que apareceu para o futebol defendendo o Tricolor, enfrentará seu ex-clube pela segunda vez. Em 2011, Fernando Henrique defendia o Ceará e foi derrotado pelo Flu por 2 a 1.

- Caso passe pelo Fluminense, o Mecão igualará sua melhor participação na Copa do Brasil. Em 2000, o clube chegou à fase de oitavas de final. Na época, foi eliminado pelo São Paulo.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-RN X FLUMINENSE

Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Data/Hora: 5/8/2014 – 22h
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Dias (SE) e Márcio Gleidson Correia Dias (PA)

AMÉRICA-RN: Fernando Henrique; Marcelinho, Cleber, Márcio Passos e Paulo Henrique; Jean Cléber, Tiago Dutra, Val e Jéferson; Rodrigo Pimpão e Isac (Max). Técnico: Oliveira Canindé.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Rafinha (Bruno), Gum, Elivélton e Carlinhos; Jean, Cícero, Wágner (Chiquinho) e Conca; Rafael Sobis (Walter) e Fred. Técnico: Cristovão Borges.

sábado, 2 de agosto de 2014

Flu quer fazer festa para volta de Fred, mas atacante pode ficar na reserva


Depois de afagos na reapresentação de Fred nas Laranjeiras, o Fluminense chegou a estudar uma grande festa para o retorno do camisa 9 ao time no Maracanã, às 18h30 de domingo, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas a dúvida sobre a titularidade do atacante no duelo acabou esfriando a homenagem.

O camisa 9 chegou a treinar entre os reservas durante a semana, enquanto Rafael Sóbis conta com a confiança do técnico Cristóvão Borges após ter sido o único atacante na atuação de gala do Fluminense contra o Atlético-PR, em vitória por 3 a 0 na Arena da Baixada, no último domingo.

A dúvida sobre quem será o titular, no entanto, permanece apenas para o torcedor. Cristóvão admitiu na sexta (1) que já sabe qual dos dois começará jogando contra o Goiás. A tendência é que Rafael Sóbis seja o escolhido, com Fred preservado no banco de reservas.

"Está decidido já, desde quinta", admitiu Cristóvão. O técnico explicou que a estratégia do Fluminense é criar o melhor ambiente possível para o retorno de Fred após as críticas sofridas na Copa do Mundo, mas que a expectativa de ter o Maracanã lotado no domingo não influenciou na decisão.

"Não pensamos de uma forma tão simples. É um ambiente favorável [o Maracanã lotado], mas tem muitos outros aspectos. Estamos acompanhando o dia a dia justamente por isso", ponderou. "O Fred é importante, mas se tiver que ficar no banco, vai ficar", decretou o treinador.

Fred foi recebido com carinho pelo Fluminense em seu retorno aos treinos após a Copa do Mundo. Depois de uma folga de dez dias, o atacante recebeu apoio até mesmo no caminho para as Laranjeiras no primeiro dia de trabalho após o Mundial, com torcedores que o departamento de marketing do clube posicionou ao longo do trajeto percorrido pelo camisa 9 com placas de incentivo. Já na sede, ele também recebeu afagos de crianças. 

Se a homenagem a Fred esfriou, a grande festa no domingo será para os ídolos Assis e Washington, o Casal 20 que fez sucesso pelo Fluminense nos anos 80. A dupla faleceu recentemente e será exaltada com máscaras para a torcida, além do goleiro Diego Cavalieri, que vestirá a camisa 20 na partida.

A expectativa do Fluminense é que mais de 50 mil torcedores compareçam ao Maracanã no domingo. O otimismo vem da boa campanha da equipe, que ocupa a terceira posição do Campeonato Brasileiro. Nos primeiros dias de venda, grandes filas foram formadas por tricolores nas Laranjeiras.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Nem vai à Ucrânia tentar liberação, e Flu espera desfecho até sábado


Wellington Nem treino do fluminense (Foto: Hector Werlang)

Está nas mãos, mais precisamente nas palavras de Wellington Nem, o desejo de o Fluminense repatriar o atacante. Ao embarcar nesta terça-feira à Ucrânia, o jogador tentará convencer os dirigentes do Shakhtar Donetsk a liberá-lo por empréstimo. A direção espera ter resposta, positiva ou negativa, até o próximo sábado.  

Nem estava no Brasil, no Rio de Janeiro, autorizado pelo seu clube, para realizar tratamento médico – curava tendinite no joelho direito. Após as sessões de fisioterapia, viaja nesta noite a Donetsk para se reapresentar.  

- Tivemos uma reunião com representantes do atleta, e ele está retornando para a Ucrânia. Vai definir com o clube se vai ser emprestado ou não. Precisar conversar com treinador e com o diretor executivo. A partir desse sim ou não, o Fluminense passa sim a negociar com o atleta – explica o vice de futebol Mário Bittencourt.  

O Tricolor espera que o jogador tenha sucesso. Afinal, nunca teve resposta por parte dos ucranianos sobre o pedido para abrir negociação – enviou documento para tal no fim de maio. E, por este motivo, não considera que a negociação tenha virado novela, afinal, são quase dois meses de espera.  

A janela de transferências internacionais fecha no próximo dia 14 de agosto. Por isso, o Flu deseja ter o "ok" ucraniano até o sábado, dia 2, para ter tempo hábil de concluir a operação.   

Nem foi vendido ao Shakhtar Donetsk por cerca de R$ 25 milhões na metade do ano passado. Depois de não conseguir repetir em 2013 o rendimento da temporada 2012, a negociação foi vista como grande chance de alívio para os cofres tricolores. O Fluminense tinha 60% dos direitos econômicos do atacante.

Flu confirma bilhete a R$ 20 domingo e revela análise de preço jogo a jogo


Torcida Fluminense Maracanã (Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

Após começar o Campeonato Brasileiro praticando a política de ingressos baixos, o Fluminense anunciou na tarde desta terça-feira em seu site oficial que os preços serão a partir de agora variáveis e de acordo com cada partida. Passam a ter influência sobre os valores dos bilhetes a magnitude do evento, horário, data e o adversário. Contra o Goiás, por exemplo, domingo no Maracanã, a entrada mais barata foi confirmada a R$ 20. A mudança é fruto de um estudo realizado pela diretoria tricolor e tem como objetivo valorizar o programa de Sócio Torcedor.

O reajuste, tendo em vista o cronograma divulgado antes do campeonato com valores fixos de R$ 10, chega a 100%. Tudo para corrigir um problema criado pela talvez principal bandeira da gestão do presidente Peter Siemsen: lutar contra a elitização do futebol. E, para entendê-lo, é preciso pensar em um conjunto de jogos, não apenas em uma partida isolada. Se um torcedor for aos três compromissos do Flu em agosto, de acordo com o valor mais baixo, gastará R$ 30. O sócio-torcedor, com 50% de desconto na compra da entrada, portanto, R$ 15. Este tem ainda a mensalidade, a R$ 29,90. Somando os dois, o investimento vai a R$ 44,90. Um extra de quase R$ 15 na comparação com quem não contribuiu mensalmente ao clube. Passando a ser R$ 20, a lógica fica invertida. O torcedor desembolsaria R$ 60. O sócio-torcedor, R$ 59,90 (R$ 30 da meia-entrada mais a mensalidade), tendo ainda prioridade na hora da compra.

Flu no Maracanã:

Público pagante total: 116.998
Média: 29.249
Renda total: R$ 2 milhões
Média: R$ 500 mil

- O presidente afirmou que o objetivo do Fluminense é oferecer preços populares e estamos atingindo esta meta. Será que para os nossos sócios não é bom ir ao Maracanã domingo, às 18h30, ver a volta do Fred, ver o seu clube que está na terceira colocação, não vale dez reais? É uma decisão soberana de cada um. Acho que é justo e continua dentro da política de preços baratos, de popularizar o futebol. Vender o ingresso ao preço de um saco de pipocas é ser popular. Somos contra a elitização, queremos ajudar o torcedor, em uma magnitude de um estádio que é o Maracanã. Incrivelmente, é o primeiro evento em que você paga menos do que os demais gastos. O ingresso é mais barato que o transporte e a alimentação. Não vamos fixar os preços, vamos analisar a cada jogo. Porém, posso afirmar que não vamos colocar preços abusivos como em outros clubes. Cabe observar que o futebol no Brasil não é subsidiado por nenhuma lei. Muitas peças de teatro são beneficiadas com subsídios com a Lei Rouanet. Muitos filmes brasileiros são produzidos com subsídios de leis de apoio ao cinema. E nem por isso os ingressos são mais baratos. Temos de pagar nossos jogadores, pois nosso elenco é qualificado - explicou o vice-presidente de Projetos Especiais do Flu, Pedro Antônio Ribeiro, responsável por fazer o levantamento a pedido do presidente do clube.

O estudo feito internamente gerou rusgas nas Laranjeiras. O gestor de Arenas, Carlos Eduardo Moura, homem que cuida da área, chegou a colocar o cargo à disposição. Porém, após conversa com o presidente, continua no cargo. Jackson Vasconcelos, assessor da presidência, também participou dos debates. Desde o começo do Brasileirão, o Flu entendia que a política era correta. Resistiu até à pressão do consórcio que administra o Maracanã para aumentar os preços. E colheu frutos: nos quatro jogos que mandou no Rio, alcançou média de público pagante de 29.249, a melhor do campeonato. Tudo dividindo seus jogos na seguinte lógica no preço de ingresso mais barato: R$ 30 a clássicos cariocas, R$ 20 contra times paulistas, gaúchos e mineiros, e R$ 10 aos demais. Mas a dificuldade de aumentar o quadro social fez o pensamento passar por modificação. São, atualmente, 34 mil associados. Destes, 4 mil estão inadimplentes. E a meta, que era de chegar a 50 mil até o final do ano, baixou para 35 mil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...