sábado, 21 de fevereiro de 2015

Fluminense mantém mistério para clássico

Wagner no treino do Fluminense (Foto: Fred Huber)

Além da confusão entre Walter e Kléver, o treino do Fluminense da manhã deste sábado, nas Laranjeiras, teve mais capítulos. Wagner e Edson, que se recuperam de problemas físicos, participaram das atividades normalmente e aumentaram o clima de mistério para o clássico com o Vasco, neste domingo, às 18h30, no Engenhão. O meia, inclusive, fez um trabalho extra na caixa de areia, o que é um indício de que possivelmente ainda não está pronto para o retorno.

No caso de Edson, foi o primeiro treino que realizou depois de torcer o joelho na derrota para o Volta Redonda, na quarta-feira. O técnico Cristóvão Borges não tem um reserva à altura para com as mesmas características de primeiro volante. No coletivo de sexta, Rafinha treinou entre os titulares.

Havia uma expectativa também sobre a possibilidade de Gum ser relacionado, mas esta hipótese parece improvável. O zagueiro não fez pré-temporada junto com os companheiros, ainda não estreou em 2015 e, assim como Wagner, fez um trabalho extra na areia depois que a maioria dos atletas já estava no vestiário.

O time treinado por Cristóvão na sexta tinha: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Victor Oliveira e Giovanni; Rafinha, Jean, Vinícius, Marlone e Lucas Gomes; Fred. O Tricolor é o quarto colocado do Carioca com 12 pontos, um a mais do que o rival Vasco.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Médico do Flu diz que Gum volta a treinar na próxima semana


Gum treino Fluminense (Foto: Nelson Perez / Fluminense FC)
O zagueiro Gum irá iniciar na próxima semana seu processo de recondicionamento físico para poder voltar a jogar pelo Fluminense. De acordo com o médico tricolor Douglas Santos, o jogador se recupera bem da cirurgia de apendicite que o tirou da pré-temporada com o restante do elenco. A proggramação inicial é de que ele possa atuar a partir de março.

- O Gum se recuperou bem da cirurgia, e o peso já está próximo do normal. Deve voltar a treinar na próxima semana. Está evoluindo bem e esperamos que o mais breve ele esteja em campo - afirmou o médico do Flu.

Depois de sofrer uma crise de apendicite antes do Natal, quando estava nos EUA, o zagueiro foi operado fora do país. No entanto, ao voltar ao Brasil, voltou a sentir dores abdominais por causa de uma perfuração no intestino e teve de ser submetido, em Marília-SP, a uma nova operação.

Na volta ao time, Gum terá de enfrentar um longa lista de concorrentes para retomar a vaga de titular, perdida em agosto, ainda no primeiro turno do Brasileirão de 2014, na partida contra o Coritiba, quando sofreu uma fratura na perna esquerda. Atualmente, Henrique e Victor Oliveira são os titulares da defesa. Guilherme Mattis e João Filipe são os reservas e terão a companhia de Marlon assim que o jovem voltar da disputa do Sul-Americano sub-20.

Wellington Silva tem nova chance: "Vou brigar"

Wellington Silva tem nova chance: "Vou brigar"

Lateral-direito será o substituto de Renato, machucado, no jogo contra o Bangu

Por Rio de Janeiro

Wellington Silva Fluminense (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

Uma grave lesão no início de 2013 e a necessidade de passar por uma cirurgia no tornozelo tiraram o espaço de Wellington Silva no Fluminense. Dois anos depois, o lateral-direito vive o outro lado. Com o estiramento muscular sofrido por Renato no domingo passado, ele terá a chance de voltar a ser titular do Tricolor. Neste domingo, enfrenta o Bangu, no Maracanã, às 17h (de Brasília), pela terceira rodada da Taça Guanabara.

É a chance que o jogador tanto esperava. Depois de passar um ano emprestado ao Internacional e de quase ter saído do Fluminense em seu último ano de contrato, que vai até o fim de 2015, Wellington enxerga novamente a possibilidade de brigar por posição.

- Sabia que teria uma chance. Respeito o Renato, que está muito bem e vive boa fase, mas, como qualquer um no elenco, vou brigar para ser titular. O que é sadio para um grupo que quer ser campeão. Consegui jogar mais tempo no último jogo, acho que fui bem, participando de alguns gols, e espero me manter esse nível - disse ao GloboEsporte.com.

Na vitória por 4 a 1 sobre o Nova Iguaçu, Wellington Silva participou de três gols no segundo tempo com arrancadas e passes precisos. Foi o suficiente para deixar o técnico Cristóvão Borges satisfeito.

- Quando cheguei aqui, ele chegou a trabalhar comigo um tempo antes de ir para o Inter, chegou a jogar comigo. Era do mesmo nível do Bruno. Por isso que agora pedi que ele ficasse. Sei da importância dele, tem experiência, qualidade. Sei o que ele tem para dar. Ele tem condição para isso, ajudou. É importante. A equipe continua tendo mais uma opção de jogo, pode jogar dos dois lados - analisou o treinador.

 A segunda chance nem sempre aparece, e pelo menos disso Wellington não pode reclamar.

- Estou com a cabeça boa e pronto para ajudar o time no que for preciso.

Confira a íntegra da conversa com o lateral:

Como foi lidar com a indefinição sobre seu paradeiro em 2015 até a decisão de voltar ao Fluminense?

O Internacional estava vivendo aquela indefinição sobre o novo presidente. Minha permanência ficou em aberto e acabaram decidindo não exercer o direito de compra. Mas com a saída do Bruno, que era o titular, achei que teria mais chances e voltei animado e confiante. Tive outras propostas, mas quis ficar. Sabia que podia mostrar muito mais no Fluminense.

O fato de não ter ido com o time aos Estados Unidos prejudicou? Ficou atrás dos demais?

Pela briga por uma vaga na equipe, sim. Mas fiquei treinando forte aqui no Rio e não perdi na parte física. Estou com a cabeça boa e pronto para ajudar o time no que for preciso.

Com a saída do Bruno, que era o titular, achei que teria mais chances e voltei animado e confiante. Tive outras propostas, mas quis ficar. Sabia que podia mostrar muito mais no Fluminense"
Wellington Silva, lateral do Flu

Após dois jogos do Carioca, terá a primeira chance como titular. É a hora de voltar a ganhar espaço?

Sabia que teria uma chance. Respeito o Renato, que está muito bem e vive boa fase, mas, como qualquer um no elenco, vou brigar para ser titular. O que é sadio para um grupo que quer ser campeão. Consegui jogar mais tempo no último jogo, acho que fui bem, participando de alguns gols, e espero me manter esse nível.

Você sempre diz que precisa mostrar o seu melhor futebol para a torcida do Fluminense. O ano de 2015 é o da virada no clube?

Acredito que sim, até pela reformulação que aconteceu no clube. E estou vivendo uma fase boa. Saí bem do Internacional, jogando e ajudando o time a chegar à Libertadores, e essa minha volta tem tudo para ser muito melhor do que a minha primeira passagem.

Você foi bem contra o Nova Iguaçu. Isso vai ajudar no reencontro com a torcida no Maracanã neste domingo?

Maracanã é Maracanã. Já pude me reencontrar com a torcida na última partida, mas agora será diferente, pois ela deve comparecer em bom número, até pelo jogo que fizemos. Será legal. O Fluminense só tem a ganhar. Meu pai, minha esposa e minha filha estarão lá torcendo por mim. Minha filha (Ana Julia, de sete meses), inclusive, entrará no Maracanã comigo pela primeira vez. Chegou a entrar uma vez, mas no Beira-Rio.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Michael, Renato e Marlone ganham pontos antes da estreia

Diego Cavalieri foi o grande nome do Fluminense na vitória por 2 a 1 sobre a Cabofriense, neste sábado, em jogo-treino disputado nas Laranjeiras  . No primeiro tempo, quando a equipe da Região dos Lagos vencia por 1 a 0, o goleiro fez três grandes defesas e evitou que o cenário ficasse pior. Além do goleiro, outros jogadores foram bem. Especialmente alguns que ainda buscam espaço com o técnico Cristóvão Borges. O atacante Michael, o lateral-direito Renato e o meia Marlone deixaram o gramado das Laranjeiras com alguns pontos conquistados.

Michael foi decisivo na virada tricolor. Substituto de Fred, que não voltou para o segundo tempo, deu mais força ofensiva ao time, foi referência na área, mas se movimentou bem mais que o camisa 9. A boa forma física fez diferença. O jogador deu a assistência para Jean empatar a partida e marcou o gol de vitória (veja vídeo abaixo). Michael tem chamado a atenção nos treinos de pré-temporada, especialmente pelo poder de finalização.


O passe para o segundo gol do Fluminense, o da vitória, foi de Marlone. Discreto nos jogos contra os alemães Bayer Leverkusen e Colônia no Torneio da Flórida, em Orlando, nos Estados Unidos, desta vez ele conseguiu aparecer. Aberto pelo lado esquerdo, mostrou mais mobilidade e conseguiu incomodar os marcadores com dribles e algumas arrancadas. Num momento em que Cristóvão Borges busca um substituto para Darío Conca, que foi para a China, e uma nova forma de jogar, pode ser a hora certa de crescer.

Outro que melhorou em relação aos jogos na Flórida foi Renato. Depois de quatro meses no clube, finalmente parece ter se apresentado. No primeiro tempo contra a Cabofriense, foi a principal opção ofensiva do time. Foi acionado pelos atacantes Fred, Walter e Lucas Gomes, apareceu para tabelar, persistiu nos cruzamentos e até chutou para o gol. Apesar de Wellington Silva ter sido reintegrado, é a primeira opção de Cristóvão Borges para o setor neste momento.

renato fluminense x cabofriense (Foto: Nelson Perez/Fluminense FC) 

O técnico terá mais uma semana de trabalho até o primeiro jogo do Campeonato Carioca. O time está de folga neste domingo, mas volta a treinar às 8h30 desta segunda-feira. A estreia será contra o Friburguense, às 19h30, dia 1º de fevereiro, no Maracanã.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Cristóvão já fala em adeus a Conca: "temos de seguir"


A delegação do Fluminense desembarcou no Rio de Janeiro nesta segunda-feira após participar da Copa Flórida. No entanto, o assunto principal na chegada dos jogadores foi a possível saída do argentino Dario Conca. O meia recebeu uma proposta do futebol chinês e voltou ao Brasil antes do restantes dos tricolores. O técnico Cristóvão Borges falou sobre o assunto e revelou que acha difícil sua permanência nas Laranjeiras.

"Às vezes, têm coisas que não conseguimos resolver. Tem uma proposta muito boa para o Conca e estamos conversando. Se isso ocorrer, temos de seguir em frente, mas é uma pena, pois ele é um grande jogador. Ele me passou o que falou com a diretoria: proposta muito boa, irrecusável, está entrando em acordo para finalizar. Essa possibilidade existe desde o fim do contrato com a Unimed", disse.

Além de Conca, outros jogadores com contrato com a Unimed vêm sendo sondados por outros clubes. Cristóvão Borges destacou que nenhum outro tricolor recebeu diretamente qualquer proposta e espera que eles sigam no Fluminense.

"Em relação aos outros, eles desejam muito continuar. Estão felizes aqui. A permanência deles vai depender só de conversas com a diretoria, que se esforça muito para que fiquem. O Fluminense está tentando arrumar condições para que fiquem e isso é um grande passo", declarou.

Além da provável saída de Conca, o Fluminense pode perder nos próximos dias o volante Cícero e o atacante Walter. O Flamengo vem negociando com a Unimed um acordo para contar com esses jogadores nesta temporada.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Flu não tem previsão de chegada em Orlando

Não começou bem a viagem do Fluminense aos Estados Unidos na manhã deste sábado. O voo que levaria a delegação de Miami para Orlando foi cancelado e jogadores e comissão técnica ainda não têm previsão de chegar ao destino final do time para a disputa da Florida Cup. O grupo aguarda a definição de em qual voo seguirá, podendo ser às 9h40 no horário local (12h40 de Brasília), 12h30 (15h30) ou 16h15 (19h15). Ainda não se sabe nem se toda delegação conseguirá embarcar no mesmo avião.

Renato, Fernando e Edson, Fluminense (Foto: Richard Souza)

Após desembarcar em Miami por volta de 4h da manhã no horário local (7h em Brasília), a delegação esperaria pouco mais de três horas para o voo rumo a Orlando, programado para decolar às 7h20. Pouco antes de iniciar o embarque, foi informado que o voo estava atrasado e só sairia às 9h, por não haver visibilidade suficiente para a decolagem. Logo depois, veio a informação do cancelamento. A companhia aérea não informou o motivo.

O Flu tinha um treino marcado já neste sábado, às 15h30 do horário local (18h30 em Brasília) em Orlando, mas a atividade deverá sofrer alterações. O time estreia na Florida Cup no próximo dia 15, contra o Bayer Leverkusen. Dois dias depois, enfrenta o Colônia. Os dois times são da Alemanha.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Peter faz balanço positivo de 2014 e fala em time competitivo no novo ano


O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, acredita que o Fluminense teve um ano de 2014 positivo, mesmo sem a conquista de títulos. Se esportivamente o clube mostrou que poderia ir mais longe, como disse o mandatário, fora de campo o time obteve importantes vitórias, como a inclusão do restante da dívida fiscal do clube no Refis, programa de refinanciamento.

-  Se considerada a grande pressão com que o Fluminense iniciou a temporada, o resultado esportivo foi satisfatório. Mas a percepção que fica é a de que poderia ter sido um pouco melhor, já que faltou muito pouco para a classificação a Libertadores. Tivemos uma importante conquista fora de campo com a inclusão da parte que restava da dívida fiscal em aberto via Refis. Foi um ano fundamental para que o clube estivesse plenamente preparado para 2015 - disse o dirigente ao site oficial do Fluminense.

PETER SIEMSEN PRESIDENTE DO fluminense Matte Viton (Foto: Diego Rodrigues)

Peter também citou o novo momento do clube, que perdeu o patrocínio da Unimed e tem um novo parceiro master. Mesmo com a nova realidade do clube, ele fala em um time competitivo e diz confiar na torcida do Fluminense, "maior patrimônio" do clube, para ajudar.

- Apresentamos a Viton 44 como nova patrocinadora e seguimos otimistas em anunciar mais novidades em breve. Teremos um time competitivo agregado a uma equipe de profissionais competentes. Ainda mais importante, tenho percebido a torcida engajada, unida, com vontade de participar ativamente. Precisamos dela nas arquibancadas e como associada. Já provou ser capaz de fazer a diferença e tenho certeza de que será fundamental mais uma vez. É nosso maior patrimônio – afirmou.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...